Quem nunca teve a curiosidade de ir a uma sexshop ver os famosos brinquedos eróticos? Entre eles, está o vibrador, de diferentes formas, tamanhos e feitios, varia entre formas fálicas (de tamanho real ou exagerado), patos de borracha e o último sucesso, o vibrador de dedo com aproximadamente 2 cm de comprimento, e que já foi lançado por marcas conhecidas de preservativos, tal como o Durex Play.

vibracao

Mas o que é o vibrador? Nada mais do que um instrumento vibratório utilizado para produzir estímulos sexuais.

Alguém já teve a curiosidade me saber quem inventou esse brinquedo do prazer?

Embora os vibradores estejam associados ao Dildo, não podemos confundir uma coisa a outra. O Dildo, que já existe desde a época Paleolítica, é um instrumento fálico, que ao longo da história foi sendo associado a celebrações e rituais, na sua grande maioria de fertilidade. Os Dildos eram feitos de pedra, chifres, madeira ou outros materiais.

Os vibradores foram inventados com o intuito de auxiliar o tratamento médico da histeria. Em 400a.c Hipócrates designou o termo Histeria para as mulheres que sofriam de alguns sintomas ?inexplicáveis?. No séc. XVIII o tratamento comum para a histeria realizado pelo médico era induzir a mulher ao estado de ?paroxismo histérico?, hoje conhecido como orgasmo. Os médicos exerciam com o dedo uma massagem pélvica, onde consistia fazer com que a mulher, ao ter o paroxismo, aliviasse os sintomas da doença. Esta mesma paciente deveria seguir o tratamento de 15 em 15 dias. Numa busca mais efectiva ao tratamento os médicos tentaram inventar máquinas que substituíssem o trabalho manual. Tentou-se inventar o vibrador que estimulava os genitais com jactos de água, mas só nos anos 60 do séc. XIX, mais precisamente em 1869, o Doutor George Taylor inventa o primeiro vibrador movido a vapor e em 1883 é inventado o primeiro vibrador eléctrico.

Nos anos 20 do séc. XX o vibrador torna-se muito popular e é generalizado para tratamento de massagem não só dos genitais mas também para o corpo todo, passou a ser vendido em lojas e consumido por um número significativo de pessoas. O vibrador deixou de ser utilizado pelos médicos depois da vulgarização do aparelho e do uso do vibradores em filmes pornográficos, pois passou-se a associar este tratamento médico a práticas pornográficas. Depois de alguns anos o avanço da medicina, acabou por desassociar a histeria a uma doença.

vibracoesA utilização de vibradores em filmes pornográficos abriu espaço para a erotização desse instrumento na sexualidade do casal e/ou individual. O vibrador pode ter grande importância a nível do casal, motivando estímulos a nível da resposta sexual (estímulo, desejo, excitação, orgasmo e aproximação afectiva). É um instrumento que nasceu no meio médico, mas que ainda hoje é muito válido no tratamento de algumas disfunções sexuais.Já sabe onde pode encontrar o vibrador, mas não esqueça de usar um lubrificante e de que a higiene adequada é importante para a utilização do brinquedo erótico.