A vivência da sexualidade é um direito e uma condição fulcral para a qualidade de vida e bem-estar de um indivíduo. A saúde sexual e o bem-estar físico e emocional estão associados a factores orgânicos, psicológicos e sociais que condicionam a percepção de satisfação e a experiência prazerosa e segura da sexualidade.

bemestar_1No que diz respeito aos factores orgânicos, a presença de uma doença física e/ou medicações podem influenciar directa ou indirectamente a sexualidade. Doenças como diabetes, hipertensão, problemas na tiróide, depressão, fibromialgia, incontinência urinária, entre outras, aumentam a probabilidade do aparecimento de disfunções sexuais devido às condições de saúde, o nível de stress, ansiedade e desconforto elevado, impedindo uma vivência plena da sexualidade.

Os factores emocionais e relacionais, como a saúde mental, a qualidade da comunicação do casal, o grau de intimidade, o nível de cumplicidade, a percepção de amor e os índices de satisfação sobre a vida, a relação e a sexualidade constituem parte integrante e fundamental no funcionamento da sexualidade no bem-estar.

Em termos sociais, a cultura desempenha um papel importante sobre o bem-estar e a sexualidade, na medida em que estipula uma norma, embora o conceito de normalidade neste âmbito seja discutível. A educação, principalmente, a presença de uma educação sexual adequada, e o conhecimento sobre os direitos sexuais, nomeadamente, à liberdade sexual, à autonomia, à privacidade, à igualdade, ao prazer, à expressão sexual, às escolhas reprodutivas livres e responsáveis, à informação baseada no conhecimento científico, à educação sexual, à saúde, a escolher casar ou não e a constituir e planear família, promovem uma vida sexual mais informada, consciente e com menos riscos, propiciando um grau de satisfação mais elevado.

Um desenvolvimento e uma vivência adequada da sexualidade proporcionam um processo de socialização saudável e um maior equilíbrio dos factores individuais, interpessoais e sociais.

A satisfação de necessidades humanas básicas, como desejo de contacto, intimidade, expressão emocional, prazer, carinho, amor fazem parte da nossa saúde sexual e bem-estar. Na existência de algum problema de saúde, alguma insatisfação ou mesmo alguma dificuldade a nível sexual procure um especialista. Faça sempre uma avaliação médica e psicológica com profissionais especializados.

Veja também o vídeo da Saúde Sexual e Bem Estar da SIC Mulher.