Videos

Veja aqui os videos da rubrica Coordenadas do Sexo do programa Mais Mulher no canal Sic Mulher.

A sexualidade humana abrange ambos os géneros, feminino e masculino, e é independente da orientação sexual, heterossexual, homossexual ou bissexual, sendo que a sua conceptualização ultrapassa a reprodução e o coito. A mesma é condicionada por vários factores, tais como: pelo tipo de relacionamento, pela cultura, pela experiência de vida, pela personalidade, em suma, a conjunção dos factores orgânicos, psicológicos e sociais condicionam o bem-estar a nível da sexualidade. A saúde sexual e o bem-estar físico e emocional não estão associados apenas à ausência de doenças ou de dificuldades a nível sexual e relacional, mas também à percepção de satisfação e a experiência prazerosa e segura da sexualidade. A vivência da sexualidade é um direito e uma condição fulcral para a qualidade de vida e bem-estar de um indivíduo.

Veja aqui o video da Rubrica Coordenadas do Sexo relacionado com o tema da Saúde Sexual e Bem-estar.

A Educação Sexual tem sido um tema polémico de debate ao longo dos últimos anos. No entanto, há um consenso geral sobre a importância da mesma no quotidiano das crianças, dos adolescentes, dos jovens adultos e, por vezes, da população adulta. Através da Educação Sexual, pode-se proporcionar uma aprendizagem específica relativamente as questões relacionadas com a sexualidade e afectos, ajudando na construção de um conjunto de crenças e atitudes que proporcionam a cada indivíduo uma vivência mais informada, mais autónoma, mais responsável e mais gratificante da sua sexualidade.

Veja aqui o video da rubrica Coordenadas do Sexo sobre o tema da Importância da Educação Sexual.

Historicamente a sexualidade foi relacionada com o pecado e com comportamento imoral e a gravidez com o divino, tendo a sexualidade na gravidez sido associada a um acto perigoso, incómodo e indecente. Actualmente com o avanço da ciência, a sexualidade na gravidez passou a ser algo permitido e até indicado para promover a qualidade de vida emocional do casal. Durante os trimestres da gravidez e no pós-parto a mulher sofre alterações físicas, emocionais e hormonais que podem influenciar a sexualidade do casal, no entanto, a gratificação e o prazer da sexualidade podem existir. É importante que o casal obtenha informações com profissionais de saúde especializados de modo a ajustar expectativas e desfazer mitos, podendo assim, tomar decisões informadas sobre a sexualidade.

Veja aqui o video da rubrica Coordenadas do Sexo dedicado ao tema da Sexualidade na Gravidez.

A sexualidade feminina tem sido alvo de estudo nestes últimos anos, mesmo assim, ainda hoje pouco se conhece sobre este assunto. É verdade que cada vez mais o tema salta da gaveta e ganha mais protagonismo, ajudando muitas mulheres a atribuir um significado adequado à sua sexualidade, bem como angariar informações apropriadas. No entanto, esta mudança de contexto não elimina a possibilidade da mulher não conseguir viver sua sexualidade de forma plena e prazerosa. Estima-se que a prevalência cumulativa de Disfunções Sexuais Femininas (DSF) circunde os 43%, podendo afectar o desejo sexual, a lubrificação, o orgasmo ou provocar dificuldade na penetração e dores durante o coito. Na presença de DSF, torna-se urgente um tratamento adequado para que a mulher possa garantir satisfação sexual e conjugal, podendo assim, conseguir um nível satisfatório de qualidade de vida.

Veja aqui o video da rubrica Coordenadas do Sexo dedicado ao tema: "Disfunções Sexuais Femininas".

A realização pessoal de se ter um filho pode ser bastante satisfatória. No entanto, uma criança pode mudar todo contexto relacional e sexual do casal, desde o seu nascimento à adolescência. Ser pai/mãe é mais do que uma mudança no ciclo de vida familiar, a presença de uma criança em casa pode privar os pais da privacidade e muitas vezes da sexualidade desejada. O stress físico e emocional, bem como a preocupação com o trabalho, educação dos filhos, sustentabilidade, tarefas domésticas entre outros vão predominando sobre a sexualidade, ficando esta, por vezes, para segundo plano em detrimento do esforço de suprir as necessidades básicas e manter a satisfação do filho.

Veja aqui o video da rubrica Coordenadas do Sexo dedicado ao tema da Intimidade do Casal com Filhos.